Famílias de Pássaros

Voleibol, Alemanha: Bul resultados ao vivo, resultados, jogos

Pin
Send
Share
Send
Send


Atriz francesa, roteirista.

Nasceu em 9 de agosto de 1939 em Boulogne-Biancourt, Hauts-de-Seine, Paris, França.

Nome e sobrenome verdadeiros - Marie-France Thiellan.

Depois de deixar a escola, ela trabalhou como modelo para Coco Chanel. O encontro com o diretor Mark'O ajudou a atriz a entrar no mundo do cinema. Em 1963-1964 estudou interpretação no American Center em Paris. Junto com os atores Pierre Clementi e Jean-Pierre Calfon, ela participou da criação dos primeiros cafés-teatros parisienses.

Desde 1965 - no palco do teatro, ela atuou nos principais teatros de drama parisienses em peças de Shakespeare, Margaret Duras, Ingmar Bergman. Em 2008, ela foi indicada para o Moliere Theatre Award por seu papel na peça "Homme sans but", no Odeon Theatre.

No grande ecrã desde 1964 como Giji no filme "Les Idoles" (1964, dirigido por Mark'O). Ela desempenhou um papel pequeno, mas notável, no curta-metragem Voilà l'ordre !, dirigido por Jacques Baratier! (1966). Desde 1967 - na TV.

Bulle Ogier é uma atriz de técnica de atuação em filigrana. A arte de Ogier é marcada por contenção, graça estrita, um senso de modernidade, precisão psicológica.

Ela atuou em filmes de proeminentes diretores do cinema mundial: Luis Bunuel - Florença no filme "O Modesto Charme da Burguesia" (1972), Jacques Rivette - Claire no drama "Mad Love" (1969), Pauline e Emily no filmes "Down with One" (1971) e "Alone: ​​The Ghost" (1974), Camilla no filme "Celine e Julie completamente mentidos" (1974, B. Ozhier - roteirista), Viva em "Duelo" (1976 ), Constance em "Gang of Four" (1988), Princesa de Blemont no drama "Don't Touch the Axe!" (2006), Margaret Duras - Marcel na adaptação cinematográfica da peça de M. Duras "All Day in the Trees" (1977), Rainer Werner Fassbinder - Hilde Kruger no drama social "The Third Generation" (1979), Claude Chabrol - Evelyn Bordier no detetive "No coração das mentiras" (1998), Claude Lelouch - Jeannine no drama "Casamento" (1974).

Bulle Ogier foi indicada duas vezes ao Prêmio César - por seu papel como Nadine no filme Salon Venus (1999) e Genevieve Belinsky na comédia Let Everything Dance! (2007).
"Nobody Loves Me / Personne ne m'aime" (1994, dirigido por Marion Vernu) ganhou um Prêmio em Locarno IFF 1994.
Atua como roteirista de filmes individuais. Nos anos 90, ela atuou ativamente em filmes de jovens cineastas.

Para criatividade em geral - Grande Prêmio no IFF de Montreal, Canadá, 2000.
Oficial da Ordem da Legião de Honra - Janeiro de 2009.

A atriz Pascal Ogier é filha de Bulle Ogier. O diretor e produtor Barbier Schroeder é o marido da atriz.

Pin
Send
Share
Send
Send